Páginas

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

O dia de ontem foi tão lindo.
Eu começo a tentar me fazer voltar ao meu jeito mais impulsivo extremo!
Ontem, eu fui na exposição da Clarice. Ainda bem que eu fui sozinha. Chorei muito. De emoção, de alegria, de tristeza, de saudade..enfim, Clarice é realmente é melhor escritora pra mim. E a entrevista? E a sala com caixinhas? E a sala com a barata? Meu deus, foi tudo tão perfeito. Tão lindo, tão cheio de clímax, tão clarice, tão simples e tão complexo de ser. Eu realmente nunca fui numa exposição tão perfeita na minha vida. A mulher que estava na entrada ficou tonta comigo, pois eu entrava e saia do lugar um bando de vezes. Era como se eu não quizesse sair de lá. Aquelas citações me chamavam, aquele universo, ar de literatura clariceana realmente me atraía ( e me atrai) de uma forma inexplicável. Foi uma exposição apaixonante, em todos os sentidos.
*-* (olhos brilhando ao máximo!)

Ah sim, depois da exposição, eu saí de lá e encontrei um poeta. Um poeta de rua. Um cara que faz poemas. Ele me lembrou um poeta de um filme chamado Antes do amanhecer, um filme lindo, cheio de diálogos maravilhos, um filme intenso e cheio de paixão. Fofo e lindo demais. Então, voltando ao poeta. Ele ficou conversando lá comigo..aaah!*-* UM POETA.

Depois da exposição, decidi ir embora de barcas, até porque ir de barcas me acalma. Ah meu deus, eu tava me esquecendo de quando eu tava indo em direção as barcas...encontrei um sebo cheio de LPs HIPER legais *-*.

Chegando na minha cidade, fui para o encontro do meu pai para resolver assuntos importantes e...DE NOVO, eu fui surpreendida pelos meus impulsos, passei do lado do conservatório de música, onde eu estudei durante 6 anos da minha vida e nunca mais voltei lá. Sentia muita saudade daquele lugar, mas era frouxa demais e não voltava.
Ontem, eu voltei. Dei um abraço, que eu vou chamar de O MELHOR ABRAÇO DE 2008 no meu ex-professor! Foi lindo. Ficamos conversando durante HORAS. *-* Ele me deu impulso para fazer uma das coisas que eu mais gosto nessa vida: teatro. Sim, eu voltarei a atuar. *-* (olhos brilhando ao máximo, de novo).

Pra terminar, eu cheguei em casa e liguei o som no máximo, pra ver se eu continuava a pular. Afinal, eu tava bem, eu tava sorrindo a toa. Tinha sido uma tarde apaixonante. Uma tarde linda! Eu precisava muito seguir meus impulsos de novo. Me senti MUITO bem fazendo aquilo. MUITO mesmo. :)

De noite, ligo a televisão e toca no toma lá, dá cá MADONNA!!!
Como eu durmi? Vai, adivinha? Eu durmi sorrindo! Sorrindo muito.

Mas ainda falta aquele pedacinho de something.. =/

Ok, eu vou continuar lutando pra que as coisas melhorem, continuar protestando para que cheguem em algum lugar decente, continuar assim, em pleno estado de inconformação. Eu não posso me acostumar com esse clima morno, não posso. Eu quero é emoção! Ohay!

Até a próxima.
[Ouvindo: Hopeless_KT Tunstall]

Nenhum comentário:

Postar um comentário