Páginas

quinta-feira, 13 de novembro de 2008



Parece clichê, mas é lindo. Lindo como a forma que o Axl deu destaque para uma coisa que eu nunca tinha parado pra pensar. Uma chuva. Uma simples chuva. Um mês, novembro. um mês sem graça nenhuma pra mim. Em 2008, um ano em que eu estou tendo traumas+ provas+ medo do G2= desespero total, cansaço, noites mal dormidas. Mas Axl mesmo disse, nesta música "nevermind the darkness, we still can find a way..'cause nothing lasts forever even cold november rain".

Mas sabe, essa música me faz parar tudo, absolutamente tudo para simplesmente observar uma chuva. Algo ordinário da natureza, mas que simplesmente passa a te atrair quando o ser passar por uma fase gunner e se viciar nos solos magníficos de Slash.

AAAAAAh..essa música te faz olhar as coisas numa visão diferente. Gosto disso. É uma válvula de escape eficiente. Pensa só, o cara tá passando por uma fase merda, aí para tudo e olha pra uma chuva. Ele se esquece dos problemas, pelo menos por um tempo. Mesmo que seja uma chuva fina, grossa, torrencial, whatever, é uma chuva!


A chuva tem o poder de fazer as pessoas ficarem pensativas, o poder de fazer algumas mais felizes. AAh, chuvas são essenciais! E Axl Rose deu um significado MAIOR ao mês mais sem graça do ano (depois de janeiro). Até porque, esse sim, apesar de não ser inverno, é um mês bastante chuvoso! E eu amo, amo, amo, amo, amo.
Apesar de não ser mais uma gunner como antigamente. Apesar dos apesares, a essencia sempre continua com o ser humano, a minha essencia tem um pouco de guns, um pouco de, sabe, November rain!

*Foto de uma das chuvas que eu peguei em Buenos Aires em fevereiro. Pq apesar de pegar um calor de 40 graus, tinha que ter uma chuvinha pra dar uma 'cor' na viagem!*


Até a próxima.

[Ouvindo (claro!Obvio!): November rain _ Guns n'roses]

Nenhum comentário:

Postar um comentário