Páginas

domingo, 25 de janeiro de 2009

Só pra deixar claro!

Olha!Olha!Mudei o título de novo! RÁ!
Acho que esse título me resume bem, não só a mim, como a qualquer pessoa. Depois de ter visto frases como "words and ideas can change the world" (dead poet society) e "behind this mask, there`s an idea and ideas are bulletproof" (V for Vendetta). E parando pra pensar nesse último, eu resolvi mudar o título. V dizia que as pessoas são definidas pelas ações e pelas ideias. E eu concordo com ele.


------

Essas férias estão ótimas. Eu não tive nenhuma doença bizarra, nem nenhum dia de tédio, mesmo tendo alguns dias sem nada pra fazer. Estou vendo um monte de filmes, aaaah! como eu estava sedenta de tempo pra ver filmes. Ainda faltam muitos, mas a minha lista está menor, beeem menor!

Agora é hora de ler: Admirável mundo novo. Chego a ter medo desse livro. Sei lá, parece ser tão bom, tão revolucionário. Quando eu ler isso de verdade, mas de verdade mesmo, eu irei engoli-lo. E claro, sairei contando pra todo mundo o que eu achei dele. AAAAH!

Até a próxima (com a crítica)

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Merece destaque:

Essa música é simplesmente viciante.
É de slumdog millionaire.
É de uma banda que eu odiava, mas depois dessa música...aaah!
É a primeira música que ficou na minha cabeça esse ano.
Faz qualquer um querer dançar!
Enfim...curtam:

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009





Morri.
[Clique na imagem para entender melhor!]
Acho que perdi um pouco de sensibilidade. Um pouco de sociabilidade.
Prison Break me deixou meio pensativa. Não consigo mais ficar num lugar trancado sem pensar em milhões de coisas. Não consigo mais falar com muita gente só por falar...tem que ter um objetivo por trás daquilo. Tenho tido sonhos loucos.
Preciso ver algo pra restaurar algo chamado sensibilidade.
Estou meio fria ultimamente.

Seria essa idade que chegou nos meus incríveis neurônios? Essa noite eu tive um sonho em que eu tava em um lugar desconhecido e alguem coloca num envelope: para mãe.
Nesse lugar as pessoas que tinham esse envelope eram menores de idade ou pareciam ser.
Quando um cara desconhecido me deu o envelope e eu li na frente: para mãe; eu disse: eu tenho 18.
E ele disse: não tem problema, não é?(por causa do "para mãe" escrito na frente do envelope). E eu falei: é..não tem.
Agora eu me sinto como aquelas cronicas machadistas: meio menina, meio mulher.


*Nossa, há quanto tempo eu não escrevo.
Sobre a novela que acabou...

Pra mim, foi uma favorita mesmo. Uma das minhas novelas favoritas.
Agora a lista fica assim:
A favorita, chocolate com pimenta, o cravo e a rosa, a próxima vítima e o clone.

Assumindo o meu lado meio noveleira. :X
hahahahahha

sábado, 3 de janeiro de 2009

Pronto..mudei..
mudando tudo...tentando abandonar lembranças de um ano não tão bom pra mim e refazer uma história melhor.

Gosto disso..
sou uma nova franjuda agora :)