Páginas

domingo, 31 de maio de 2009

Pode ser esse meu coração...ou será o amor?

quinta-feira, 28 de maio de 2009

TÔ FALIDAA

MAS MT FELIZ.
EU VOU PORRA!!!!
INGRESSOS EM MÃOS.
MÓVEIS.
*-*

MORRI.

Momento móveis do dia:

"Serei feliz, quando agir por mim
Sem querer nada no fim
Nem peso ou culpa,
Só sinceridade faz bem "

[Bem natural]

terça-feira, 26 de maio de 2009

"Do que é ruim eu me esqueço
O bom eu quero mais
Na tristeza eu quero avesso
Agora quero paz
Saiba que todo fim
É um recomeço
Pra nossa vida quero amor
O resto eu desconheço "

O momento móveis do dia. *-*

:)
Até a próxima.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

É por isso q eu amo anos ímpares.
Parece q eu tenho 16 anos de novo! :D


Cara, essa peça está de parabéns..mais do que isso..sei lá. Não tenho palavras pra dizer o quanto ela é demais. Conseguiu tirar lá de dentro uma Daiza que vivia adormecida. Uma menina que era encantada com tudo e vivia 'reparando' nos pequenos detalhes. Eu acordava e ficava de bom humor se fazia sol ou se fazia chuva. Gostava de escrever textos otimistas, eu era mais otimista. O tempo e os traumas me fizeram perder isso.
Até ontem.
Ontem eu saí do teatro como se tivesse levado uma sacudida, como se alguém tivesse dito : pq vc não continuou sendo aquela menina de antes e se tornou essa pessoa ranzinza? Pois é, já disse porquê.
Hoje, eu tomei banho de sol, dei bom dia pras pessoas que fazem o mundo andar, fiz questão de dizer 'obrigada' ao motorista. Me senti diferente, menos chata, mais pra cima, mais educada.
Isso me lembrou quando eu ajudei uma idosa no mercado q naum tinha dinheiro pra comprar peixe e eu tava logo atrás dela com apenas uma barra de chocolate que resultaria em um troco razoável. Segui meu coração, ajudei a mulher. Ela ficou tão feliz..até a caixa ficou surpresa e ficou contente também.
Acho que essas pequenas atitudes realmente mudam o mundo todo. :)

Nada melhor do que acordar pra um novo dia, um novo amanhecer, uma outra chance, uma outra vez ainda melhor. Se libertar dos preconceitos. Achei o máximo o fato de ter um coração no centro do palco fazendo alusão ao fato de que o amor deve ser o centro de tudo. E ele 'bate' durante a peça. *-*
Os poemas, as músicas, as declamações, as lições de moral. A melhor peça que eu já vi.
Gostei da conclusão: se somos donos da nossa própria história e se a sua própria rotina está uma merda. Então, vc é a merda. ADOREI! *-*

Por favor, parem de falar mal da rotina. ;)

Momento móveis do dia:

"Algo explodiu no infinito
Fez de migalhas
Um céu pontilhado em negrito
Um ponto meu mundo girou
Pra criar num minuto
Todas as coisas que são
Pra manter ou mudar"


Eu AMO esse trecho de pra manter ou mudar (a do piano).

Até a próxima. o/

quinta-feira, 21 de maio de 2009



Só pra Grasy gostar ainda mais de móveis :)

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Which Disney Princess Are You?

You are Pocahontas. You defy convention and sometimes do what is considered taboo. Unfortunately, others do not always appreciate your differences, so it's good that you are so strong-willed. You are loyal and you believe in fate. Your true love will find you one day.


uahauahuahuahauhauhauhauhauahuah..eu sou tão previsível.


[http://www.brainfall.com/results/which-disney-princess-are-you/]


Tá bom, me viciei neles. de novo
Fazer o que se TODAS as músicas deles são boas. *.*
Sim, todas.

Sobre a calma:
Procurou, procurou. Cansou. Procurou mais ainda. Não quis mais nada. Ficou triste.
Perdeu, ganhou. Se preocupou. Ficou de luto, entrou em desespero. Não entendeu mais nada. Crise existencial. Conflitos, confusões. Tempestade. Apostas e perdas.
Não entendeu mais nada. Procurou, procurou, procurou. Cansou. Ficou de luto, entrou em desespero. Parecia um ciclo. Apostou e perdeu. Ficou triste. Não quis mais nada.
Ela encontrou a calma.
A vida clareou-se. Tudo fez mais sentido, as frases passaram a ter mais nexo. Viu que poderia ser pior se se rendesse a isso. Se rendeu. Se deu mal. Entrou em despero.

Pára.

Agora entendeu tudo. Quando alguém de fora da situação desatou o nó.
Sentiu a calma. Tudo ficou melhor, sentiu mais segurança nas atitudes, menos preocupação. Viu as coisas de um ângulo diferente.

Conclusão:
Se vc insiste em dizer que não gosta de algo, vc vai continuar não gostando de algo. Assim como dizer que sua vida está uma merda. Isso não vai mudar os fatos. As palavras tem uma força absurda. Transformam pensamentos, causam revoluções, guerras, conquistam amores...cuidado com as palavras! Nem tudo é tão ruim quanto parece. Nem tudo.

pois é. :D

Obrigada, gente...por me devolver a calma.

domingo, 17 de maio de 2009


Hoje foi um dia perfeito! Lembrei de como eu gostava de x-men! Foi lindo (L)

Vi Wolverine...achei que naum fosse gostar pq eu naum esperava nada do filme, ele naum seguiu fielmente o hq, mas tudo bem...procurei esquecer isso. No final, deu pra engolir. :)
O que foi bom dessa história foi que eu encontrei uma Dai perdida, uma menina que gostava de ler quadrinhos e que estava adormecida.
Nostalgia maravilhosa. Agora eu tô com uma H.Q de Sandman pra ler. *-*

Até a próxima. o/

sábado, 16 de maio de 2009

Descobriram. Sim..
hoje foi um dia revelador. Me senti bem melhor, de verdade.
Estou mais calma.
Depois eu faço um post sobre a calma. O problema é essa incrível confusão que se passa na minha mente.

:)

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Criei um facebook.
Pra q? Não sei.
tédio? Pode ser.

*Luna Clara & Apolo Onze *-*

terça-feira, 12 de maio de 2009




*-*
Meu filho!


Texto retirado de: http://www.dragaodomar.org.br/index.php?pg=luna


Saudoso mundo de Luna Clara e Apolo Onze

Em Luna Clara e Apolo, a escritora Adriana Falcão faz bulir a imaginação do leitor, numa narrativa simples, sutil e cheia de aventuras.

Por Luana Cavalcanti.


Abrir o livro Luna Clara e Apolo Onze é como se deparar com uma caixinha de surpresas, em que se puxa um brinde, depois outro, mais outro, e mais outro; e vai se alargando um sorriso no rosto do leitor a cada palavra lida, a cada página virada.

Causa uma boa aflição se envolver na narrativa fragmentada e sem dimensão de Adriana Falcão . Luna Clara e Apolo Onze é um livro de gênero infantil, infanto-juvenil e quando se menos espera, é a mãe, o pai, a tia, a avó, a família toda querendo passear pela escrita da autora.

Desatino do Norte é onde mora Luna Clara, menina de 13 anos que não conhece seu pai, Doravante, que se perdeu da sua mãe, Aventura, bem no “Meio do Mundo”, lugar que fica entre Desatino do Norte e Desatino do Sul, onde mora Apolo Onze.

O dia em que Doravante e Aventura se conheceram foi o dia do nascimento de Apolo Onze, isso há quase 14 anos, e sua casa vive em festa desde então. É em torno desses personagens e de outros com nomes improváveis e diferentes - como: Equinócio, Leuconíquio, Pilherio - que Adriana Falcão desenvolve uma história cativante, de amor, paciência, comédia, aventura, sorte e mais um amontoado de sentimentos e euforia boa que a autora nos presenteia; um vaivém de sensações.

Livro que reinventa a linguagem e faz bulir a imaginação do leitor, numa narrativa simples e cheia de sutilezas; a autora tem um jeito lindo e ímpar de pensar e escrever as coisas, as pessoas, o “entorno”; como no convite da festa de nascimento de Apolo Onze:

“Convocação Geral”
Madrugada e Apolo Onze Dez convidam para a festa do nascimento de Apolo Onze.
Data: No dia que ele nascer.
Hora: Depende da hora.
Local: Desatino do Sul.
Traje: Bonito.
Obs: Como a festa não tem data para acabar é bom trazer escova de dentes”.

O livro oferece para o leitor o que chamarei aqui de “dança”, como se fosse um salão cheio de palavras que por ora toca samba, depois bolero, depois rock, valsa... Onde o leitor dança no ritmo da narrativa, em passos descompassados ou não, deixando-se levar por essa “festa”, por esse “rebuliço bom” que Adriana Falcão propõe.

Uma leitura instigante, que faz você fechar o livro já com uma enorme saudade de todos os personagens e daquele lugar dividido pelo “Meio do Mundo”. E, por fim, perguntando-se: “pingo tem coletivo?”.


*-*
A gente se deu tão bem
Que o tempo sentiu inveja
Ele ficou zangado e decidiu
Que era melhor ser mais veloz e passar rápido pra mim
Parece que até jantei
Com toda a família e sei
Que seu avô gosta de discutir
Que sua avó gosta de ouvir você dizer que vai fazer

O tempo engatinhar
Do jeito que eu sempre quis
Se não for devagar
Que ao menos seja eterno assim

Espero o dia que vem
Pra ver se te vejo
E faço o tempo esperar como esperei
A eternidade se passar nos dois segundos sem você
Agora eu já nem sei
Se hoje foi anteontem
Me perdi lembrando o teu olhar
O meu futuro é esperar pelo presente de fazer

O tempo engatinhar
Do jeito que eu sempre quis
Distante é devagar
Perto passa bem depressa assim

Pra mim, pra mim
Laiá, lalaiá

Se o tempo se abrir talvez
Entenda a razão de ser
De não querer sentar pra discutir
De fazer birra toda vez que peço tempo pra me ouvir
A gente se deu tão bem
Que o tempo sentiu inveja
Ele ficou zangado e decidiu
Que era melhor ser mais veloz e passar rápido pra mim

Eu que nunca discuti o amor
Não vejo como me render
Ah, será que o tempo tem tempo pra amar?
Ou só me quer tão só?
E então se tudo passa em branco eu vou pesar
A cor da minha angústia e no olhar
Saber que o tempo vai ter que esperar

E o tempo engatinhar
Do jeito que eu sempre quis
Se não for devagar
Que ao menos seja eterno assim



Eu AMO essa banda. Pra mim é A melhor da atualidade.
Cheia de originalidade.
*-*

Espero o show deles aqui no rio dia 06 de junho.
AAAAAAAAAAAAAAAh..esse merece entrar pra lista dos melhores.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

HAHAHAHHAHA...morri horrores com o blog do mion agora.
A matéria sobre o oasis foi irada. Sério, o problema é que ele falou de oasis como se fosse só o Liam. Ele sim é insuportável. Ele sim disse as coisas que me fariam odiar a banda. Mas quando eu penso no irmãozinho dele, eu esqueço. Quando eu penso que tem umas 5 músicas que eu salvo deles( champagne supernova, don't look back in anger, lyla, rock n' roll star, live forever), eu esqueço. Agora me dizer que o novo álbum deles está bom. Isto eu não acredito não. É realemente uma sucessão de músicas iguais. Ah, se o set list deles fosse igual ao do rock in rio, isso sim seria um showzaço. Porém, das 5 músicas que eu gosto eles cantaram quatro. Satisfez.

Sejamos realistas, afinal.

Foi bom ter lido essa crítica negativa pq eu tava muito na fantasia a respeito desse show. Não interessa, o Liam pode dizer que a banda deles é melhor que os beatles ( um dos motivos que não me faz ser fã dos oasis) que nunca vai ser. Não é o Liam que vai fazer mudar a opnião da maior legião de fãs do mundo. Não sei se eu estou sendo realista demais, mas a banda de abertura foi linda demais. Eles merecem muito mesmo os meus aplausos. Eu amo a banda e eles inovam a cada show. Senti falta de umas músicas, mas eles souberam empolgar, foram humildes, trouxeram participação especial. Cara, uma banda de abertura com participação especial :) Foi muito bom mesmo.Ainda fizeram jus ao seu fanatismo beatle.

Agora eu fico com um show de abertura que não me fez ficar quieta durante um minuto e o show da banda principal que empolgou nas duas primeiras musicas e entre uma musica e outra ( pq eles tocaram musicas novas ¬¬). Uma banda principal que tem a fama de ter um dos caras mais nojentos e mais antipáticos do mundo. Uma banda principal que mesmo tendo esse cara conseguiu me fazer parar, pensar em mim, na minha vida no meio do show e me emocionar.

Foi o conjunto da obra. Eu cheguei lá no show que nem uma pipoca, estava nervosa demais. Precisava estravazar..aí veio cachorro. Aí eles começaram no mesmo ritmo do cachorro..e foram decrescendo no quesito energia. Foi bom, no final...se renderam aos beatles. Fazer o que..se 'a melhor banda de britpop' se rende 'a melhor banda do mundo' e finaliza o show com ela, hein?

Desculpa, Liam..a sua antipatia me irrita. prontofalei.

sexta-feira, 8 de maio de 2009



morri.

*-*

quinta-feira, 7 de maio de 2009

OASIS!!!

Foram 8 anos, sim..oito anos..desde o ultimo rock in rio até aqui esperando um show deles no brasil. E eu agora, vou.
Eu não consigo nem exprimir.
To indo "In a champagne supernova in the sky"

*Hoje eu só quero que o dia termine bem :)

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Video terapeutico:


E eu tava puramente bebada de chocolate. SÓ.
O.O

domingo, 3 de maio de 2009

Protesto!

Sim, novamente.
C'est la vie.

:/
aiai, botafogo. inspire-se em 2006!!

"Momentos ruins eu já vivi, mas nunca parei de cantar e esse fogo no meu peito que nunca vai se apagar!"

sábado, 2 de maio de 2009

Spiralling
Keane

Ooo!
Ooo!

I'm waiting for my moment to come
I'm waiting for the movie to begin
I'm waiting for a revelation
I'm waiting for someone to count me in

'Cause now I only see my dreams, in everything I touch
Feel their cold hands on, everything that I love
Cold like some, magnificant skyline
Out of my reach, but always in my eyeline now

We're tumbling down
We're spiralling
Tied up to the ground
We're spiralling

I fashioned you from jewels and stone
I made you in the image of myself
I gave you everything you wanted
So you would never know anything else

But everytime I reach for you, you slip through my fingers
Into cold sunlight, laughing at the things that
I had planned, the map of my world gets
Smaller as I sit here, pulling at the loose threads now

We're tumbling down
We're spiralling
Tied up to the ground
We're spiralling

(Extended-
When we fall in love
We're just falling
In love with ourselves
We're spiralling)

Did you wanna be a winner?
Did you wanna be an icon?
Did you wanna be famous?
Did you wanna be the president?
Did you wanna start a war?
Did you wanna have a family?
Did you wanna be in love?
Did you wanna be in love?

(Extended-
I never saw the light
I never saw the light
I waited up all night
But I never saw the light)

When we fall in love
We're just falling
In love with ourselves
We're spiralling
We're tumbling down
We're spiralling
Tied up to the ground
We're spiralling

Ooo!
Ooo!





Parece que o tempo parou quando eu ouvi essa música. Eu não consigo mais parar de ouvir. Há muito tempo que eu não ouvia mais de dez vezes a mesma musica. Na verdade, nem me lembro se isso aconteceu antes. Uma das melhores musicas do ano, sem dúvida.
A letra, o ritmo, o álbum...(l)

Até a próxima.


**Queria agradecer as pessoas que estão comentando no meu blog,de verdade. Pelo visto, agora eu não escrevo só pra mim. :)
Vocês são bem vindos aqui.



Me fez parar pra pensar, merece meus elogios.