Páginas

segunda-feira, 18 de maio de 2009



Tá bom, me viciei neles. de novo
Fazer o que se TODAS as músicas deles são boas. *.*
Sim, todas.

Sobre a calma:
Procurou, procurou. Cansou. Procurou mais ainda. Não quis mais nada. Ficou triste.
Perdeu, ganhou. Se preocupou. Ficou de luto, entrou em desespero. Não entendeu mais nada. Crise existencial. Conflitos, confusões. Tempestade. Apostas e perdas.
Não entendeu mais nada. Procurou, procurou, procurou. Cansou. Ficou de luto, entrou em desespero. Parecia um ciclo. Apostou e perdeu. Ficou triste. Não quis mais nada.
Ela encontrou a calma.
A vida clareou-se. Tudo fez mais sentido, as frases passaram a ter mais nexo. Viu que poderia ser pior se se rendesse a isso. Se rendeu. Se deu mal. Entrou em despero.

Pára.

Agora entendeu tudo. Quando alguém de fora da situação desatou o nó.
Sentiu a calma. Tudo ficou melhor, sentiu mais segurança nas atitudes, menos preocupação. Viu as coisas de um ângulo diferente.

Conclusão:
Se vc insiste em dizer que não gosta de algo, vc vai continuar não gostando de algo. Assim como dizer que sua vida está uma merda. Isso não vai mudar os fatos. As palavras tem uma força absurda. Transformam pensamentos, causam revoluções, guerras, conquistam amores...cuidado com as palavras! Nem tudo é tão ruim quanto parece. Nem tudo.

pois é. :D

Obrigada, gente...por me devolver a calma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário