Páginas

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

You gonna change the world and you even know that.

É possível encontrar uma flor que consegue respirar sem poluição?
É possível assistir um jornal sem tragédias?
É possível alguém saber o que irá acontecer exatamente no futuro?
A ciencia já descobriu a cura pro câncer, pra AIDS?
E no Brasil, já conseguiram viver numa democracia?
E, nesse mesmo país, conseguiram acabar com a desigualdade social?
Conseguiram acabar com a favelização no Rio?
É possível acabar com a violência no Rio?
Terminaram com essa palhaçada de preconceito?
O ser-humano ainda se se vê como melhor que outro de ser-humano?
Ele ainda se vê como 'dono do mundo' por ser dotado de mente 'racional'?
O funk já faz parte da cultura carioca?
E já conseguiram resolver a polêmica do aborto?
E a polêmica da legalização de drogas?
Os humanos ainda acham que podem encontrar respostas a todas as perguntas?


Pobres humanos. Eles conseguiram mudar o mundo, sim. O mundo que vemos é diferente,
cheio de problemas que nossos pais ficam espantados de ver. Ficam assustados ao deixar seus filhos sairem sozinhos a noite e até de dia! Ficam satisfeitos de terem muitas evoluções técnologicas. Mas voltam as suas caras tristes quando percebem que muitas dessas evoluções fizeram a natureza sofrer. Que temos essas perguntas de antes que deixa mal a humanidade. Não há como responder todas elas, mas dá pra melhorar um pouquinho as coisas no mundo com pequenos gestos.

O mundo pode ser mudado começando por você!

Sim, é um texto cliche. Mas por muitas vezes as pessoas parecem esquecer ou querer esquecer disso. Vale lembrar que até os mais velhos não devem dizer que a responsabilidade de 'fazer alguma coisa' é por nossa conta. É conta de todos.


Até a próxima.
[Ouvindo: Sociedade Alternativa - Raul Seixas]

Nenhum comentário:

Postar um comentário