Páginas

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Eu não acredito nos seus olhos.
Nas suas palavras, nessa sua luta interior
Nesse seu drama.
Pra mim, tudo isso é pura atuação
Não queira ser pra mim simplesmente um motivo de chacota.
Daqueles que eu irei rir muito depois na sua frente

Queira sair por aquele porta que está atrás de vc e nunca mais voltar?
Minha hora está acabando e eu não quero te ver nem mais um minuto
Sim, não sou mais a mesma.
Você também não é
Ninguém mais é..
O ser humano é tão mutável que mesmo os mais conservadores podem mudar
Em certos aspectos
Se não, nunca evoluíriam

E foi exatamente isso que aconteceu
E que acontece
Eu evoluo
Você também
Entenda que isso se trata de sermos justos um com o outro

Pelo amor de deus, não vá chorar agora
Que ridículo da sua parte
Eu não sei o que vi em vc
Vc é podre por dentro
Me faz vomitar

Por favor, seja uma versão melhor do que esta
Uma mais verdadeira e mais convincente
Essa definitivamente não me apetece.
Sai daqui.
Eu não vou falar duas vezes onde se encontra a porta.

Adeus.

sábado, 17 de julho de 2010

Quando eu terminar de ler Doidas e Santas, eu escrevo alguma coisa aqui.

Meus pensamentos estão confusos...

Até a próxima.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

No Such Thing
John Mayer

No Such Thing
"Welcome to the real world"
She said to me condescendingly
"Take a seat, take your life
Plot it out in black and white"
Well I never lived the dreams of the prom kings
And the drama queens
I'd like to think the best of me
Is still hiding up my sleeve

They love to tell you "stay inside the lines"
But something's better on the other side

I want to run through the halls of my high school
I want to scream at the top of my lungs
I just found out there's no such thing as the real world
Just a lie you've got to rise above

So the good boys and girls take the so-called right track
Faded white hats grabbing credits, maybe transfers
They read all the books but they can't find the answers
All of our parents, they're getting older
I wonder if they've wished for anything better
While in their memories, tiny tragedies

They love to tell you "stay inside the lines"
But something's better on the other side

I want to run through the halls of my high school
I want to scream at the top of my lungs
I just found out there's no such thing as the real world
Just a lie you've got to rise above

I am invincible
I am invincible
I am invincible
As long as I'm alive

I want to run through the halls of my high school
I want to scream at the top of my lungs
I just found out there's no such thing as the real world
Just a lie you've got to rise above

I just can't wait for my ten year reunion
I'm gonna bust down the double doors
And when I stand on these tables before you
You will know what all this time was for

No Such Thing (Tradução)
"Bem-vindo ao mundo real"
Ela me disse, com condescendência
"Sente aí, pegue sua vida
Planeje-a em preto e branco"
Bem, eu nunca vivi os sonhos dos reis da formatura
Ou das rainhas do drama
Eu gosto de pensar que o melhor de mim
Ainda está escondido sob a minha manga

Eles amam te dizer "Fique dentro dos limites"
Mas tem algo melhor do outro lado

Eu quero correr nos corredores da minha escola
Eu quero gritar com todos os meus pulmões
Eu acabei de descobrir que não existe o mundo real
É só uma mentira, você tem que ir além disso

Então os bons garotos e garotas pegam o famoso caminho certo
Chapéus brancos desbotados pegando crédito, talvez transferências
Eles lêem todos os livros, mas não encontram as respostas
Todos os nossos pais estão ficando mais velhos
Me pergunto se eles desejaram algo melhor
Enquanto em suas memórias, pequenas tragédias

Eles amam te dizer "Fique dentro dos limites"
Mas tem algo melhor do outro lado

Eu quero correr nos corredores da minha escola
Eu quero gritar com todos os meus pulmões
Eu acabei de descobrir que não existe o mundo real
É só uma mentira, você tem que ir além disso

Eu sou invencível
Eu sou invencível
Eu sou invencível
Enquanto estiver vivo

Eu quero correr nos corredores da minha escola
Eu quero gritar com todos os meus pulmões
Eu acabei de descobrir que não existe o mundo real
É só uma mentira, você tem que ir além disso

Mal posso esperar pela reunião de dez anos de formados
Vou entrar derrubando a porta
E quando eu subir nas mesas na sua frente
Você vai saber para o que foi todo esse tempo



p.s: Sensacional John Mayer!!

Até a próxima.

sábado, 3 de julho de 2010

Pseudo-historia.

Ouvindo John Mayer e tomando um chazinho.

Patrick levantou-se e dormiu. Esperou Rebeca chegar.
Rebeca não chegou naquela noite. Deve ter esquecido a chave na casa de outro alguém. Um desses que ela acha que é dela por uma noite. Um desses que tira o folego dela momentaneamente e depois não quer olhar os olhos dela.
Rebeca, no fundo, queria Richard, mas ainda tinha duvidas. Ficava vagando pela noite. Achava que lá iria encontrar as respostas que procurava. Não conseguia encontrar a resposta em nenhum homem, procurou algo para remediar a sua ansia de querer perder o folego, tentar viver intensamente. Um dia, Carie lhe ofereceu uma bebida. Santa Carie!, pensou Rebeca.
O tempo se passou e ela queria mais...não aguentava mais..queria saber o que podia realmente ajudar a se acalmar, a bebida já não lhe servia mais.
Rebeca foi assistente de palco de mágico, floriculturista, professora do ifrj, professora de criança de ciep, atriz da cnt, paquita,aventureira..
Nada conseguia faze-la se sentir melhor..
E quando mais sua história se parecia com a da Joseph Climber, que parece nunca terminar, Rebeca pega um onibus para sua casa, ele nem se lembrava direito do endereço, só do onibus. Ela foi olhando o mesmo caminho, as casas, as pessoas, a rua!
Meu deus! Como as crianças estão crescidas. Veja o Josefino! Está com filhos agora.
Seus olhos se encheram d'água. Ela saltou do onibus. Deu um abraço em Josefino e lhe disse: Obrigada.
Ele não entendeu nada.
Chegando em casa, Rebeca se sente na frente do computador, se sente como vc lendo esse texto, talvez encontrando um final, uma resposta, ou quem sabe algo que passe o tempo...
Rebeca se viu na frente daquele computador antigo. Abriu a única pasta oculta de Richard que havia dentro dela. Chorou. Lembrou-se que Richard tinha ido embora. Agora é tarde demais.
Até que Rebeca dormiu. No dia seguinte, ela acordou e se viu de frente pra mesa mais perfeita que ela já viu na vida. Era Richard e ele perguntou: Por que vc se revoltou, Rebeca? Ela disse: Não sei, é que estava tudo tão normal. Não gosto disso. Estava tudo muito perfeito. Acho que tive medo disso. Tive medo de como iria reagir se isso acabasse. Resolvi fugir. Mas não esperava te encontrar aqui novamente. Vc me esperou durante todo esse tempo em que me revoltei?
E Richard disse: Não. Eu te esperei a minha vida inteira.

Até a próxima.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

O incrível mundo dos adultos

Hora de acordar cedo e ter responsabilidades maiores. Nao é acordar cedo pra poder brincar mais, é acordar cedo pra lutar pelo seu dinheiro, seu sustento.
Hora de dizer adeus aquele comportamento teimoso, super bobo, palhaço na hora errada. Hora de ser realmente diferente.
Hora de não reclamar dos seus problemas, fechar os braços e dizer que seu responsável vai cuidar disso. Você vai cuidar.
Não é mais o tempo de querer aquelas tão sonhadas férias que duram um mês ou mais. Você irá passar por um momento até sem férias, devido a enorme quantidade de compromissos.
Mas deve-se continuar sonhando, mesmo que, para alguns, isto se pareça mais uma coisa de criança.


Eu sou da época em que as pessoas tinham hora pra tudo. Hora de dormir, de comer, de estudar e agora a mais nova hora e a que ficará para sempre: a hora de realmente ser mais madura.
Eu sei que irei errar, irei agir como uma estúpida, irei chorar por muitas vezes, mas no fim, eu acredito que valerá a pena.

"Someday i'll fly,
someday i'll soar,
Someday i'll be so damm much more..
Cause I'M BIGGER THAN MY BODY GIVES ME CREDITS FOR."
John Mayer - Bigger than my body.

Até a próxima.