Páginas

domingo, 17 de outubro de 2010

Um formiga entrou em sua casa e disse a sua mãe que queria ser um leão. Sua mãe riu e falou: mas de onde você tirou essa idéia, minha filha? A pequena disse chorando: Mãe, estou cansada de ir trabalhar todos os dias durante o verão enquanto o leão fica somente dormindo e dando ordens pra todos os outros bichos. Ele é grande, forte e sábio. As crianças olham pro leão de forma afetiva no zoologico. As formigas não, mãe. Os homens nos detestam! Eu quero ser fotografada. Eu quero ser importante para os homens. Eu quero ser maior, esse meu tamanho é uma desgraça. A formiga Cláudia morreu semana passada e as ultimas palavras que ela ouviu foram de uma conversa entre dois homens: " Mãe tem formiga no açúcar!", "Coma, filha, faz bem pros olhos!". De onde eles tiraram que nós faríamos bem pros olhos? Eu não faço bem pra eles mãe, passo por cima de toda os detritos deles. Como alguns, carrego bicho morto que até passou por lugares piores que eu. Um leão morreria e alguém diria: Oh, aquele leão tão bonitinho! Nenhuma formiga morre e um homem diz isso. Eu vejo as tanajuras que se acham por ter uma bunda enorme, mas eu não quero ser assim também. Elas se acham leões. Coitadas. -Mãe, vc está me escutando?, disse a formiga irritada.
- Sim, filha.
-Então tá rindo do que?
- Dessa situação, vc nunca vai ser um leão, contente-se.
A formiga ficou triste.
-Mas tem uma coisa que pode fazer vc ser um leão.
- Jura? O que?
- Vc pode ser a coragem de um leão, a força e daí será como ele.
-Mas eu queria ter o tamanho do leão.
-Ah, filha...impossível, né.
A formiguinha ficou triste de novo.

Passa-se um instante..
- Filha, olha aquele pote de açúcar!
-MAAAAAAAAAAAAE! TE AMO.
E a pequena formiga esqueceu da história de que queria ter o tamanho de um leão e foi em cima do pote e o comeu...como um leão.


Até a próxima.

Um comentário: