Páginas

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

2010 - Divã



Eu não me senti bem. Queria pular esse ano desde o começo. Primeiro, por preguiça de saber que eu ia ter de estudar mais do que todos os anos da minha vida anteriores. Tomei muitas responsabilidades, muitas dores de cabeça, muitas crises de insonia por conta da minha ansiedade. Me aniquilei. Vivi pra estudar. E me cansei. Quis jogar a toalha por diversas vezes. Não tive férias. Não tive muitas saídas de madrugada. Senti muito ciumes de muitas pessoas e acabei me afastando de muitos amigos meus.
É, não me senti bem mesmo. Não tem como se sentir. Ainda mais quando em diversos momentos me senti uma furona não pq eu quis, mas por conta de minhas responsabilidades, de minhas limitações. Em diversos momentos me senti uma chorona, porque esteve muito sensível. E cada dia queria que essa agonia tivesse fim. Fazia de tudo. Dormia mais cedo pro dia passar mais rápido até.
Não me senti bem me vendo meio estagnada enquanto ao meu redor estavam todos indo pra frente, conseguindo o que queriam. Esbarrei com a derrota por diversas vezes. Briguei com ela demais. Não me sinto pronta pra ficar enfrentando derrota e sim vitória. Porém, me sinto mais preparada para as derrotas, posso dizer.
Isso agora é passado. Agora o que eu tenho que fazer é deixar tudo isso de lado e olhar um pouco mais pra frente, tentar melhorar mais a cada dia. Não me aniquilar tanto. Me senti tão mal por diversas vezes.
Mas também me senti bem esse ano. Consegui ajudar Deus em sua caminhada. E amei. Fiz bem a muitas pessoas que não conhecia. Fui ao show do RC. Fui ao show do Guns. Eram promessas que eu queria cumprir! Enfrentei muitos medos meus. Amadureci bastante. Li mais livros do que as médias dos anos passados. Fiz mais amizades, renovei as que eu já tinha. E o mais importante pro meu coração é a lição do perdão, a qual comecei a ser praticante.
A contagem regressiva hoje a meia noite vai ter um sabor diferente. Um sabor de que toda a tristeza, toda as insonias, todas as mágoas, as derrotas são passado.
Desejo um feliz 2011 a todos. Repleto de realizações, saúde, paz, amor e fé.

Adeus 2010! e QUE VENHA 2011! :)

Até ano que vem.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Questão de tradição




E se vc passa sem a família? Sempre de uma mesma cor? E se for na casa de alguém? Sempre? E se for nas ultimas sextas feiras? Não, melhor quintas. Eu prefiro que todos estejam presentes. Ah! Os presentes! Leva ou não? Este ano eu não irei. Briguei com fulano. Beltrano tá chato demais. Eu comprei uma roupa especial. Esperei o dia todo.
Seja como for...tradição é sempre tradição.
Seja apenas sua, seja na companhia de muitas pessoas,seja na presença de poucas. O que é tradição, afinal? Eis a minha teoria:
Acho que tradição é algo que vai passando de geração em geração, tipo a brincadeira do passa anel. Só que é algo que envolve nostalgia. Como uma receita de família, uma comemoração, uma ceia de natal, um objeto,... Algo que vá lembrando pelo menos uma vez, num momento ou em vários momentos (dependendo do tipo de tradição) que podemos mudar, mas que existem coisas que não mudam nunca.
Que podemos nos rebelar, mas quebrar uma tradição, para alguns é como quebrar uma maldição. (Estranho até pois tradição e maldição são até palavras próximas). Quebrar tal maldição nos deixa fora de nós mesmos. Inventando uma nova tradição fazemos algo em que podemos contar sempre. Mesmo com as adversidades da vida.

Eu tenho várias tradições: Uma delas é comer rabanada no natal. E CHESTER! *-*
O resto: as nozes, o salpicão, o sufle de batatalhau ou seja lá mais o que for..é acompanhamento. :)

Feliz tradição de natal para todos!

Até a próxima.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Nothingman

Seu incêndio precisava começar. Sua grande ascensão. Se cansou de ficar enclausurada. Resolveu conhecer a rua. Uma rua escura no inicio. Sabe que sua missão é maior do que ela. Maior do que pode pensar. É algo que nem ela, nem os que a acompanham podriam entender.
Sentiu-se só. Queria ficar só. Resolveu chorar. Durante alguns anos. Decidiu que era mais fácil se trancar, mas não podia. A sua hora ia chegar, a qualquer momento. Abriu seu armário. Resolveu fazer as malas e seguir seu destino.
Ao sair, olhou algumas fotos. A nostalgia bateu forte. Por mais que quisesse ser forte naquele momento e não chorar. Acabou chorando. Lembrou-se de todos os anos em que esteve trancada no quarto falando mal de tudo e de todos. Os seus dias em que tentou se rebelar. Os dias em que disse que ia sair de casa. Mas não um dia como este.
Este dia, em algum momento ia chegar. Abriu a porta. Saiu com o pé direito. Respirou fundo. E foi atrás de sua missão: a de mudar o mundo.

Ela acredita em heróis, pois eles estão dentro dela.

Até a próxima.

Ao som de: Pearl Jam - Nothingman

sábado, 18 de dezembro de 2010

"às vezes as pessoas têm que chorar todas as lágrimas para dar espaço a um coração cheio de sorrisos"

OTH.

AAP

Pois é

Apaixonar-se é a coisa mais fácil de se fazer
È a coisa mais empolgante, a coisa mais poderosa,
É por isso que desapaixonar-se dói pra caramba.
Mas, apaixonar-se não há nada melhor,
É a melhor coisa.

Apaixonar-se é fácil
Mas, uma vida inteira amando, é um milagre
Relacionamentos nem sempre são fáceis.
Todos nós queremos ser amados, ser felizes
Então, por que não somos?
Porque nos tornamos especialistas em sabotar nossa própria felicidade
Nos fazendo de vítimas, quando na verdade,
São as escolhas que fazemos, os maus hábitos, os vícios,
A inabilidade de demonstrar amor e compaixão
São essas coisas que nos destroem.
Não somos vitimas
Somos assassinos quando se trata de amor e felicidade.

Nós aplaudimos o sentimento..mas não mudamos.
Por quê?
Porque sabemos o que queremos.
Então, nós fazemos, dizemos, tentamos, bancamos as vítimas,
Contratamos advogados...e isso tem que parar.

É uma questão de caráter
Isso é sobre quem tem o melhor caráter
As vezes decepcionamos as pessoas com quem devemos estar,
E as vezes, as pessoas fazem coisas que sentem vergonha.
E normalmente, depois que a culpa se estabelece,
Nós pioramos as coisas.
E a verdade?
Bem, a verdade é um conceito absoluto,
E a verdade pode te libertar
O caráter mudo tudo.


One tree Hill..
só pq eu to morrendo de saudades de filosofar vendo esta série.

Até a próxima

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Cinza

Pois é. Tem dias em que vc acorda assim. Cinza. Eu não gosto de cinza. Acho feio, sujo, é uma cor morta. Prefiro preto que inspira elegância e estilo a cinza. Cinza é horrível. Tem dias em que vc acorda com vontade de dormir de novo. Como se vc tivesse lutado uma batalha intensa. Vc acorda sujo, sem cor. Tenta se recuperar, mas está cansado. Tenta ver a cor do seu dia, mas não consegue. Se sente cinza.
Num arco-iris alguem já viu a cor cinza? Conhece alguém que ama o cinza mais do que toda as cores? Não? Então, é cinza..entende?
A vontade que te dá nesses dias é dormir o dia inteiro. Sumir do mapa. Sumir de si. Vc se sente diminuída. Não te dá vontade de continuar. A luz que antes era amarela, hoje parece cinza. CINZA!
E agora?
E agora? A luz não depende mais de vc. Só da sua fé, da sua esperança de que isso um dia possa mudar, depende de pessoas. Isso é que é pior. A luz amarela é apagada, a guerra acabou, vc só espera a bandeira branca do seu oponente. Ou então...Vc vai ver mais seis meses cinzas...CINZAS!

Até a próxima

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

DA FELICIDADE



Quantas vezes a gente,em busca da ventura,
Procede tal e qual o avozinho infeliz:
Em vão,por toda parte,os óculos procura
Tendo-os na ponta do nariz!

Mário Quintana

Até a próxima

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Forças sobrenaturais

Nesses dias em que eu estou passando mais em casa do que na rua, mais estudando do que me divertindo, eu percebi algo interessante.
Hoje mesmo, sentada no meu quarto, estudando química ( Linda!) sou chamada por um ser desesperado. Esse ser liga a tv do meu quarto e diz: olha! Não reconhece? E eu fiquei parada durante um tempo e disse: err..não. Quem é? E o ser disse o nome da pessoa. Eu falei: O.O Como eu pude esquecer dela?
Bem, essa pessoa que eu não reconheci e que não irei falar o nome é famosa e já me ensinou muitas coisas no passado. Me deu uma filosofia de vida no passado, acho misteriosa essa pessoa. Tudo que ela fala eu fico pensando e digo: é, faz sentido mesmo que não faça. E não, não é a Clarice. RÁ!
Pois bem, eu PAREI DE ESTUDAR pra olhar aquela pessoa falando....e falando...e falando..e soltando abobrinhas que eu queria ouvir. É, até que ela diz: é só somar o dia do seu aniversário com o dia do seu mês e o numero tal e vc vai ter a cor pra tal ocasião. Eu, boba, peguei a calculadora pra fazer a conta mais rápido e poder acompanhar todas as dicas.
Fiquei vidrada em frente a TV. Até que, eu entrei na internet pra saber mais sobre o que se tratava o assunto. Enquanto eu procurava mais informações para eu me aprofundar, mais eu me perdia em sites de numerologia que não tinham nada a ver com o que a pessoa famosa tinha falado.
Me senti traída. E aí, fui buscar alguma coisa na astrologia. Disseram que 2011 não vai ser nada daquilo que eu estava pensando. Fiquei triste. Mas depois de tanto perder tempo eu finalmente pensei:
Quem é que faz o ano aqui? Quem é que sabe o que eu vou fazer amanhã? Quem é que cuida de todas as minhas atitudes, pode mudar o meu futuro, hein? É esse povo de horoscopo? É..não, embora algumas vezes eles acertam.

Até a próxima.

Focus

É...eu precisei errar pra aprender
Vi que não sabia nada
Agora tenho de correr atrás
Correr muito mesmo
Porque agora está mais difícil do que antes
Mas eu vou conseguir
Eu já passei por muitos momentos parecidos com esse
E venci

Tenho fé,
Tenho foco.

Até a próxima.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

O dia mais lindo da primavera




Beautiful Day ( Dai?)
U2

Composição: Adam Clayton / Bono Vox / Larry Mullen Jr. / The Edge
The heart is a bloom, shoots up through the stony ground
But there's no room, no space to rent in this town
You're out of luck and the reason that you had to care,
The traffic is stuck and you're not moving anywhere.
You thought you'd found a friend to take you out of this place
Someone you could lend a hand in return for grace
It's a beautiful day
The sky falls and you feel like it's a beautiful day
It's a beautiful day
Don't let it get away
You're on the road but you've got no destination
You're in the mud, in the maze of her imagination
You love this town even if that doesn't ring true
You've been all over and it's been all over you
It's a beautiful day
Don't let it get away
It's a beautiful day
Don't let it get away
Touch me, take me to that other place
Teach me, I know I'm not a hopeless case
See the world in green and blue
See China right in front of you
See the canyons broken by cloud
See the tuna fleets clearing the sea out
See the bedouin fires at night
See the oil fields at first light and,
See the bird with a leaf in her mouth
After the flood all the colours came out
It was a beautiful day
Beautiful day
Don't let it get away
Touch me, take me to that other place
Reach me, I know I'm not a hopeless case
What you don't have you don't need it now
What you don't know you can feel it somehow
What you don't have you don't need it now
You don't need it now
Beautiful day



Porque, meus caros, hoje eu sou 2.0! :)

Até a próxima.

sábado, 4 de dezembro de 2010

:/

Todos já sentiram aquela sensação de que vc é a pior cagada da história? Todos já se sentiram uma aberração alguma vez na vida? Acho que sim, de alguma forma. E aquela vontade de se esconder dentro do quarto com vontade de não sair mais? E quando vc se cansa até de pessoas? Alguém já sentiu isso?
Alguém já se sentiu excluída? Fora de um grupo? Alguém já se sentiu rejeitado? Alguém já quis se mudar pra marte?
É, a vida é dura. Todos que leram essas perguntas disse sim a alguma pergunta, se não todas. Disseram sim porque todos já passamos por problemas incontroláveis, que achamos que poderiam acabar com a gente. Embora, deve-se confiar numa força sobrenatural. Fé.
Todos que se sentiram assim contaram com sentimentos abstratos. Fé. DesEsperança. Rejeição. Ilusão.
Lidar com os sentimentos abstratos é pior do que lidar com o problema em si. E é daí que as indagações iniciais começam a fazer sentido. É daí que percebe-se o quanto somos fracos, mas quando enfrentamos os problemas nos sentimos fortes.

Eu sei, problemas existem. Lágrimas também. Choro, dor, desesperança tb. Mas para cada lágrima existe um lenço, para cada choro existe um ombro, para cada dor seu remédio, para cada desesperança existe um sinal de esperança.
É realmente mais fácil se acostumar com uma vida problemática quando vc já passou por diversas situações ruins. Não deveria, mas se acostuma. Se mantendo refém, desta forma.
Não é fácil sair de uma depressão, de um bullying, de uma rejeição, de uma não aceitação consigo mesmo. Cada dia se torna difícil, complicado quando se tem um problema sempre paulatino.
A melhor forma de enfrentar o problema é enfrentando-o ou o esquecendo-o. Cada decisão irá depender de como é a gravidade da situação. E é claro, eu acredito que existe uma voz que diz o que devemos fazer. Eu dou o nome de equilíbrio, quando ela te auxilia. Por isso, procuro desvirtuar os pensamentos negativos, são um desequilibrio do corpo. Assim, essa voz passa a ser a grande solução do problema. O humor, a cura pro mal. E é claro, os sinais que a vida dá e que por diversas vezes, não estando em equilíbrio com o corpo, percebe-se que as perguntas que dizemos sim no início podem não ser tão verdades quanto respondemos.

Ah..eu sei que estou falando demais e que isso pode não fazer sentido. Mas para quem um dia enfrentou um problema paulatino, acredite...faz.

Até a próxima, espero eu, com mais sorrisos.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Vou Seguir Com Fé
Kleber Lucas
Composição: Kleber Lucas
O meu Deus é maior que os meus problemas
Eu não temerei com Jesus eu vou além
Ainda que a figueira não floresça
E não haja o fruto da videira
Eu não temerei, não.
Pois sei que para além das nuvens
O sol não deixou de brilhar
Só porque a terra escureceu
A minha vida está em Deus
Eu sei que tudo posso em Deus
É Ele quem me fortalece

Eu vou seguir com fé, com meu Deus eu vou,
Para a Rocha mais alta que eu,
Eu sei pra onde vou, como águia vou
Nas alturas sou filho de Deus.

O meu Deus sabe tudo que preciso
Pra sentir a paz dentro do meu coração
Ainda que a lua adormeça
E não haja o brilho das estrelas
Eu não temerei, não
Pois sei que para além das nuvens
O sol não deixou de brilhar
Só porque a terra escureceu
A minha vida está em Deus
Eu sei que tudo posso em Deus
É Ele quem me fortalece


Essa música é uma das minhas preferidas :)

Até a próxima