Páginas

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Eu vou crescer sendo incompreendida. Eu vou ser sempre essa garota lutando por uma felicidade que nao existe. Algo que nunca existiu, só na minha mente. Eu tento em meio a tantas frustraçoes encontrar alguma forma de dizer que sou feliz, mas nao sou. Nao faço nada que eu quero. Nao sou nem metade do que eu gostaria de ser. Nao to sendo eu mesma. Isso eh o mais triste.

Nao consigo sair dessa prisao. Me sinto cada vez mais criança. Cada vez que cresço me torno mais polida de meus atos. Antes eu usufruia de uma liberdade, hoje eu nao sei mais se ela existe. Acho que nunca existiu mesmo. Estava só na minha cabeça junto com a felicidade.

Vou tomar anti depressivos.

Adeus.

Um comentário:

  1. é natural do ser humano a não-conformidade com a situação idealizada psicologicamente, resultando num estado de ansiedade e raiva. mas anti-depressivos só servem pra vc ficar viciado e morrer do coração ou falência múltipla dos orgãos. e acho que compreendo como vc se sente. admito me sentir assim frequentemente. mas há algo que se chama tempo, e nem sempre é tempo para se ter o que se quer. ainda não, mas será. em breve. =)

    ResponderExcluir