Páginas

domingo, 2 de setembro de 2012

Persuit of happiness

Estava ficando tão cansada de sempre chorar que atualmente procura somente evitar as lágrimas. Faz de tudo para que o pior não aconteça e sabe respeitar seus limites. Olha para o futuro pensando primeiro no presente. Faz as coisas em etapas e devagar..pra aproveitar o tempo das coisas...

E vai por mim, ela está bem mais feliz. O que ela ve é que o ser humano é ilimitado quando passa a andar lado a lado com o transcendental, e confiando nisso enxerga uma capacidade de realização muito maior em relação a como via antes.

A maturidade é agora não mais algo ruim que tem gosto amargo, hoje ela dá as boas vindas a essa fase cheia de descobertas como na adolescencia..a única diferença, que para mim é fundamental, é o pé no chão pra vida e até pro amor!

E não tem medo de arriscar e de conhecer o desconhecido. E só assim ela se deu conta de uma vida que nem ela mesma sabia que estava tão perto dela e que era tão gostosa.

Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário